sábado, 31 de janeiro de 2009




Há quanto tempo…

Há tanto tempo que não te abraço como deve ser
Com a alma, de olhos fechados e de coração aberto…

Há quanto tempo não tenho tempo para ti… há quanto tempo não falamos por falar … dos mistérios de outros tempos e dos mistérios dos tempos que virão…

Há quanto tempo não te digo, como deve ser, que te amo, com as minhas acções e não só com as minhas palavras?

Há quanto tempo nos estamos a afastar … sinto que nos estamos a afastar,
sinto que cada vez tenho menos para te dar…

Há quanto tempo não nos chateamos a sério, não choramos pelas nossas eternas e profundas diferenças, como no tempo em que tínhamos o tempo
das tardes de domingo para nos (des)encontrar!?

Há quanto tempo te amo? E quanto tempo teremos mais para dizer uma há outra que continuamos iguais, que continuamos diferentes…
mas que continuamos irmãs?! Para todo o sempre!

Amo-te…

Claudia
30.01.2009

2 comentários:

technology disse...

changan250
lingmu300
changhe100
dazhong3000
passt130

Helder Soares disse...

:) eu tb fazia parte dessas tardes :) bjinhos grandes... temos que marcar um tempinho para nós.
muah*** amo-vos.